02 dezembro, 2017

Esperei por você, até hoje, esperei um aval, um sinal, qualquer desculpa. Te esperei na rodoviária, nos bares, em qualquer esquina, em casa - quase que eu ia na sua! Desci morro abaixo levando qualquer resquício que ainda se alojava em mim, até a esperança de ainda te esperar. O nosso tempo acabou. Hoje não sonho mais com você, não lembro do teu sorriso tímido, das tuas piadas sem graça, do teu amor, hoje não lembro mais de você ou de qualquer coisa em você ou de qualquer coisa que me fez sentir algo por você. Hoje me sinto leve. Não te espero mais nas sextas, com qualquer bebida forte e Camelo falando de Mallu, não te espero mais pra contar estrelas, segredos ou só como foi nosso dia. Não te espero mais. Agora, eu me espero. Espero conseguir descer esse morro e não olhar pra você, que está lá em cima, talvez me olhando com outra pessoa ou sozinha. Does not matter. Hoje não te espero mais. Te esperei amor, mas nosso tempo acabou. Esperava um amor novinho em folha quase todo dia, mesmo embrigada ainda esperava, mesmo com o coração partido ainda esperava, mesmo dizendo que não estava esperando... esperava, mas agora meu tempo acabou. E por favor, não me faça crer nisso novamente, esperar dilacera qualquer coração. 

p.s: já estou terminando de descer o morro.
-
S.

  

23 novembro, 2017

Infinitamente pessoal

Vez ou outra volto ao inicio, e todo o percurso é doloroso. Toda lembrança esbouçada no pensamento é um naufrágio da esperança, da esperança de um dia ser mudança. Todo passo adiante do agora, é diferente do pensado no inicio, a vida tem mania de seguir outro rumo quando a planejamos. Parei, feito relógio antigo que insiste em enguiçar, o tempo não é amigo de quem não quer reagir... O mar é maior do que eu pensava, e o barco furou novamente, agora em vários fragmentos, difícil de restaurar. Não lembrava que as estrelas eram tão brilhantes e o céu tão lindo, e essa água tão gelada. A vida tem mania de nos testar, e nos fazer morrer, pra então acordar... e mudar. As mudanças são necessárias, caso contrário, peça para a vida não mais te [me] acordar!

-
S

17 novembro, 2017

4




Apontou pra fé e remou, e pensou se o amanhã chegaria. Precisava andar um caminho só, e foi buscar alguém que nem sabia quem era, "eu escrevo e te conto o que vi, guarda um sonho bom pra mim", deixou num bilhete. Só não imaginava que o acaso deixaria outro alguém. Sabia, se perdeu, mas só se achava em ti. Os pássaros iriam ajudar e o levariam pra  visitar o céu e sonhar em ver aquele véu ser levantando pra si. "Pra nós, todo amor do mundo", vez ou outro imaginava, só que a paz estaria no sereno dele estar em par com Deus. Mas o vento logo dirá o que irá vir. Sabia que o amor é luz, e pediu para o deus do tempo. Sabia também que era um doce te amar, mas querer-te era muito amargo, acabou se encontrando nos dias, só. Agora só leva a saudade, que como ele diz "é tudo que vale a pena". Pois é, não deu. Mas o Senhor mandou avisar que ele ainda tem muito mais amor pra dar - pra ele, pra outras, e pra ti ainda!
-
S.