07 abril, 2012

Relatos - [Colecionando relatos - 1]


Leia ao som de Janta.

              Relato de uma moça que conversava com um passarinho:

Tinha um passarinho de estimação; éramos muito felizes, um do lado do outro. Quando eu estava triste ele chorava; quando ele estava triste eu cantava. Gostávamos de falar sobre coisas antigas, amores inventados e outras passarinhas que passaram em nossas vidas. Tomava meu café e ele beliscava os petiscos em cima da mesa.

Ele sabe dos meus mais íntimos segredos, contava a ele os meus mais profundos desejos. Sei das viagens que o andarilho fez por ai, distraindo corações. Repartindo sentimentos. Indagávamos sobre questões que talvez não possuíam respostas. Riamos de uma simples palavra dita errada. Trocávamos conselhos. Esperávamos nossas presenças.

Mas, em uma noite fria e escura, ele resolveu partir. Me partiu.
  
Relato de um passarinho que gostava de uma moça:

A moça era bela, bela como um céu estrelado, ou um poema lido com o coração. A moça era feita de pecados, de pedaços. De fiascos.

Certo dia revelou-me entre linhas que tens medo de amar, que seu último amor foi-se embora e levou consigo o seu coração, falei que amor era único e que o dela ainda está por vir. E que lhe daria outro coração, bem limpinho. Nos alimentávamos da solidão um do outro. Odiava quando ela estava triste; mas fazia de tudo para ouvir o som de sua voz ao meu ouvido. Nos afetamos com os afetos que nos atingiram. Na verdade foi ela, não eu. 

Naquela noite o céu estava escuro, e os poemas perderam-se entre linhas. Meu coração pulsava cada vez mais forte, era o sinal que a hora de partir chegava. Tive que partir.

[Partiram-se.]

"Pode ser a eternidade má. 
Caminho em frente pra sentir saudade/vontade"

8 comentários:

  1. Owww K., quando penso que não vou ver um post mais lindo do que o que tu postou anteriormente, tu vem e me faz surpresa!!!
    Este aqui é lindo demais, o afeto trocado entre os dois ao mesmo tempo em que os dois se separam.
    "Ele resolveu partir, me partiu, partiram-se"
    Chorei.

    Adoro estas tuas palavras jogadas com tanta doçura e cuidado.

    beijoo'o
    http;//flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É eterno enquanto durar, perdurar. Mas quem que segura o tempo? Não é mesmo!!!!! "Partiram-se", por esses caminhos do mundo!!!

    AHHH lindooo de mais seu post,
    Ameii!

    Beijos
    Taurana Raio De Luar

    ResponderExcluir
  3. Encantador!!

    Abraços
    Camila Gomes

    ResponderExcluir
  4. Sam, que post lindo. Eu amei tudo, mas a primeira parte foi genial.

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Hey,
    tem selo pra voce lá no amar.go, quando tiver um tempo dá uma olhada lá.

    Boa noite. Kiss sweet. (F)

    http://amar-go.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Logo logo posto outro, meu poeta. rs (:

      Excluir

'E que depois de me ler você consiga tudo aquilo que ainda sonho' Sam Sousa