22 novembro, 2013

Estou te esperando.



Venha quando sentir vontade, no horário que mais te convém, estou te esperando. Moro naquela casa engraçada que fica naquela rua tão sem graça, é fácil de encontrar. Sou aquela moça pequena, mas de coração enorme. Vem, sem avisar, sem perguntar. Aproveita que meu coração anda em paz, aproveita enquanto ele ainda anda. Quero te ter de um jeito mágico, quero mostrar todo o meu barato romantismo clichê que ainda habita em mim. Quero ter noção do tamanho do teu coração, da força do teu abraço, do sabor do teu beijo. Vem, vamos além. Te ofereço café, um cigarro, ou bebidas quem sabe, para atiçar mais ainda as nossas vontades. Te ofereço todo o meu aconchego, todos os sentimentos bons que aqui fazem moradia, te ofereço uma vida também. Vem, sem avisar, sem perguntar. O espaço está aberto para sua vinda. Meu coração está ansioso pra conhecer o seu. Espero por você que nem sei quem é, mas imagino que esteja por ai, me esperando também. Pode vir, sem avisos, sem perguntas, apenas venha.

4 comentários:

  1. Lindo! Vc escreve c a alma...bjs e luz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, mt obrigada moça. (:

      Bjão, e volte sempre!

      Excluir
  2. Quanto amor nesse micro-texto! ♥

    Lindo além da conta!


    'xêro

    ResponderExcluir

'E que depois de me ler você consiga tudo aquilo que ainda sonho' Sam Sousa